26 mar 12

Stalkeando …

Vocês sabem o que é stalkear? Essa palavrinha, bem como a sua prática, está tomando conta das redes sociais, e é bom que você esteja por dentro do assunto.

Stalkear significa vigiar outra pessoa, estar observando todos os passos, com quem fala, o que anda fazendo, etc.  Não é sempre que existe um motivo para essa prática obsessiva, mas quem a faz, algumas vezes, intimida a sua vítima. É uma maneira de perseguição…

Geralmente as mulheres dominam essa coisa de ficar de olho nas coisas, principalmente se tem algum gatinho na jogada. Estão sempre marcando ponto nos perfis do pretê/namorado/ex e observam se tá feliz, o que anda fazendo e se aquela garota que você detesta anda falando com ele dentre outras coisas…

Veja abaixo os comentários sobre o assunto, Vanessa Ferre e Bruna Laís dão dicas pra não se dar mal quando for sair por aí stalkeando ou como lidar ao ser stalkeada(o):

Vanessa Ferre (Blog Techquilla) : “Primeiro, muiito obrigado pelo convite de participar aqui do blog. Como já disse em meu post do no blog Techquila, falar de Stalk é falar comigo mesmo. Já fui uma stalker de carteirinha daquelas com muitos perfils e MSNs falsos para poder vigiar a vida alheia sem ser descoberta. De certa forma é legal, você aprende técnicas e cria um faro de espião de espião digno de qualquer episódio do CSI. Porém, como diz aquele velho ditado, “quem procura acha” e nesse “achar” é aonde você geralmente sai machucada, além do mais, viver a vida dos outros e nunca será saudável. As dicas que eu dou são: Relacionamentos têm como base CONFIANÇA, se você não confia dificilmente ele dará certo. Todo mundo é curioso, mas não é perseguindo a vida ás escondidas daquele menino que você acha lindo que você vai conquistá-lo. =) “

 

Bruna Laís (super atrê) : “Acho que stalkear é uma questão de curiosidade. Se você stalkeia uma pessoa, é porque está curiosa pra saber o que ela anda fazendo e o que acontece na vida dela. É normal você stalkear aquele menino que está interessada, e ficar fuçando as conversas dele no twitter e no facebook, por exemplo. Eu muitas vezes vou stalkear a minha best quando brigamos, acho que ela deve saber disso e aí sim ela enche o twitter de indiretas, é tenso (risos). Não sei se além dela alguém já me stalkeou, mas não me importo… eu posto o que penso, e não ligo pro que os outros vão pensar. Se não, que graça teria eu usar um twitter onde tenho que controlar tudo o que vou falar? Se você se importa com outros te julgando, não poste. #fikadica”

Vanessa e Bruna foram bem diretas, e é isso mesmo, se você não quer dar motivos para dar ibope, não saia por aí postando nas redes tudo o que você faz ou pensa. Ou se tiver aquela curiosidade de saber algo mais, não vire uma maníaca que troca a sua vida pra vigiar a vida das outras pessoas. Pode ser mais fácil vigiar alguém por causa das ferramentas que a internet oferece, e sair criticando o que as outras pessoas fazem e/ou pensam, mas o que acha de sair de casa e aproveitar um sábado de sol tomando sorvete com as amigas? Afinal, a sua vida é que importa.

Agora que você está por dentro do assunto, o que acha sobre isso? Você stalkeia ou é stalkeada(o)? Espero seu comentário. Beijos da Mona :* 

Twitter | Facebook